O que vai sobrar para arte?

Me chame de pessimista, mas não acredito que vá surgir um outro John Coltrane tocando somente no intervalo do almoço

O mundo tem virado maniqueísta, pelo menos o mundo ao meu redor. É como se houvessem apenas dois times, duas cores, duas posições políticas, que existissem apenas dois sabores de pizza. Parece que qualquer coisa fora disso é invisível. Ok, isso é um perigo mas ‘ok’, por hora não temos como lutar contra. Talvez isso…

Continue lendo