A Globo bate continência

Se você está otimista, você está mal informado, porque todos e todas estão

Lá vamos nós para mais um ano. Um ano que promete ser mais complicado que os demais. Um novo governo assume o país e mesmo demonstrando suas claras intenções de defender os interesses do capital estrangeiro e das elites brasileiras, foi abraçado nas urnas por uma população que, sem a exata dimensão do que seria isso, assinou embaixo.

Todo processo de contra-informação e desinformação do período eleitoral manterá-se e suspeito que possa se ampliar. O plano econômico que será aplicado ao país é turvo e não faz qualquer sentido para aqueles que tem o mínimo de bom senso.

O combate as pautas que serão construídas contra nós, os trabalhadores, deverão ser estrategicamente estruturadas, pois o populismo do novo presidente vai ser amplamente apoiado pelos grandes meios de comunicação. A Globo não conseguiu emplacar seu candidato, Geraldo Alckmin, e Bonner bate continência ao fim do Jornal Nacional, provando que a emissora aceitou a derrota, acenou e sorriu por saber que, para ela, é um “agora ou nunca” ou será esmagada pela Rede Record, do Bispo Edir Macedo. Rede que apoiou amplamente o Bolsonaro no sufrágio de 2018.

Neste cenário não consigo ser esperançoso e o que me resta é depositar minha fé na oposição eleita, que não poderá fazer muito mais que denunciar as pautas insanas que com toda certeza vão surgir aos montes.

O descrédito na política não é somente culpa dos políticos, nós e os meios de comunicação temos grande responsabilidade nesse monte de merda que ela se tornou. Erramos de tantas formas, que nem consigo contabilizar nesse texto… alguns erros eu nem sou capaz de notar e coitado de mim!

Bolsonaro é fruto de um erro de cálculo e isso todo mundo sabe. Para vencer as eleições, partidos e grandes meios de comunicação construíram uma pauta anti-PT e a medida que tal difusão de informação pegou embalo, outros players ampliaram o discurso estendendo para um anti “tudo isso que tá aí”. E qualquer um que não fosse nesse embalo, tornava-se categoricamente esquerda. Políticos, artistas, comunicadores. Até o Reinaldo Azevedo e a Rachel Sheherazade foram vítimas das pautas que ajudaram a construir.

É um momento histórico horroroso e nos sentimos impotentes, da mesma forma nos sentimos nos grupos de família vendo nossos parentes compartilhando notícias falsas e ideias quase medievais. Negros contra pautas da negritude, gays contra pautas LGBTQ+, seus primos “porra-loca” pedindo intervenção militar! Uma verdadeira loucura…

Lá vamos nós para mais um ano e se você está esperançoso, acreditando que o Brasil vai superar o marasmo econômico, que a corrupção vai cessar ou pelo menos diminuir, que o atual presidente e equipe estão preparados para essa gestão… você tá mal informado. Você está sim, porque eu também estou…. Eu por exemplo, não sei quase nada sobre o plano de governo.



AVISO: o sistema de comentários está aberto a todos os leitores, no entanto sinto-me no direito de apagar qualquer coisa que julgue ofensiva ou de caráter promocional. Obrigado.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *